As ações publicitárias que desarmaram a corrupção

No começo de maio, a FCB Brasil criou, para o Estadão, uma plataforma digital para trazer aos leitores uma noção de qanto custa a corrupção no Brasil. “De Real para Realidade” calcula quanto os valores desviados custam e onde poderiam ter sido aplicados em bens e serviços públicos. Em dias como temos vividos ultimamente, vale relembrar outras iniciativas que de alguma maneira mostram argumentos fortes e impactantes contra esse mal que freia o desenvolvimento das cidades, estados e países, além de aumentar a desigualdade social no mundo.
Confira:

Será que o brasileiro elegeria tantos corruptos se tivesse informações facilitadas sobre o histórico de podres de cada uma destas figuras? Pensando nisso, a Grey Brasil criou para o site Reclame Aqui um plug in especial. O dispositivo para Google Chrome destaca em roxo os nomes de políticos que estão respondendo a processos na justiça, sejam eles indiciados, investigados, réus ou condenados.

A Corrupção precisa ser exposta. Simple assim é a peça criada pela Cheil ucraniana para a Transparência Internacional.

O que a corrupção tem a ver com o problema da educação? Para não deixar dúvidas sobre a resposta, a Escala criou a campanha abaixo para a fundação Banco de Livros. Clique aqui

Você já parou para pensar sobre o destino dos recursos desviados das obras através da corrupção? A peça abaixo, criada pela Ogilvy & Mather do Japão, evidencia bem essa questão.

Quantas vezes você já ouviu a expressão “sujar as mãos com a corrupção”? A agência Gogelmogel, da Lituânia, criou um “sabonete de dinheiro” para ajudar a debater a questão.

O impactante filme abaixo compõe a campanha “Não aceito corrupção” e foi criado pela Flag para o Movimento Ministério Público Democrático (MPD).

Para quem acha que rir é sempre o melhor remédio, a campanha abaixo, criada pelo Ragazzo, ironiza o período de “Lava-Jato” e suas delações premiadas.

 

Deixe seu comentário

Pepsi dá dica de quem pode ser o novo dublador do Limão

No último comercial de Pepsi Twist que foi ao ar, o ator Bruno Mazzeo, que era o dublador de um dos limões protagonistas, “abandonou” o estúdio durante as gravações ficando, deixando personagem sem voz.

A brincadeira deu inicio a segunda fase da campanha “Procura-se um dublador para o Limão”, que está sendo veiculada no ambiente digital, aliada a uma irreverente ativação que será seu principal desdobramento – uma Cabine de Dublagem no Shopping Villa Lobos, para que os consumidores possam tentar assumir a nova voz do Limão.

Mas ontem, em um suposto “spoiler” do novo dublador, a marca postou em sua página do Facebook um homem de costas, usando um colorido e maluco chapéu. Tudo leva a crer que o Limão agora ganhará a voz do icônico humorista Sérgio Mallandro, que nos últimos anos já fez campanhas para marcas como Bom negócio, Honda, Doralgina e a escola de idioma People. A brincadeira na fanpage da marca já gerou mais de 68 mil visualizações em poucas horas. Confira:

Morre José Zaragoza, publicitário fundador da DPZ

Na madrugada desta segunda-feira (15), a publicidade brasileira perdeu um de seus maiores nomes: José Zaragoza, que estava com 86 anos e também era cineasta e artista plástico. Ao lado de Francesc Petit, que morreu em 2013, e Roberto Duailibi, Zaragoza fundou a DPZ (hoje DPZ&T,) em 1968, uma das agências mais icônicas da história da propaganda brasileira. Espanhol, nascido em Alicante, o publicitário está desde 1952 no Brasil.

Como publicitário, Zaragoza iniciou a carreira na Thompson, na posição de diretor de arte. Mais tarde se transferiu para Nova York, onde estagiou na NBC. Por fim, antes de criar a DPZ, fundou o estúdio de design gráfico Metro 3 ao lado de Ronald Persichetti e Francesc Petit. Multifacetado, além de pintar e fazer propaganda, Zaragoza foi o primeiro presidente do Clube de Criação de São Paulo e lançou diversos livros como Revisão, Olimpíadas e Layoutman.

Segue abaixo o comunicado da DPZ&T:

Seus múltiplos talentos, bom humor e irreverência não dão conta de explicar o significado e a importância de Zaragoza para a publicidade brasileira e o mercado que ele ajudou a criar. É preciso falar em generosidade, fibra, sensibilidade, paixão, respeito, energia imensa e amor pelas boas coisas da vida. A prova disso é a quantidade de amigos e admiradores que conquistou, inspirou e influenciou.  

Catalão por nascimento, mas brasileiro por opção, o pintor, cineasta, artista plástico e publicitário chegou ao Brasil em 1950 e sempre conciliou a arte dos pincéis com a propaganda.

Em 1968, com os amigos Francesc Petit, seu conterrâneo falecido em 2013, e Roberto Duailibi, fundou a DPZ, agência que colocou a propaganda brasileira no topo da criatividade mundial e se tornou exemplo de elegância, verdade, integridade e ética em nosso mercado. Nos longos anos de dedicação à propaganda ajudou a formar inúmeros profissionais que o consideravam um líder e mestre. Exigente nos detalhes, trabalhou incansavelmente na construção de marcas icônicas e admiradas e na criação de campanhas inesquecíveis e personagens atemporais.

Formado pela Escola Superior de Artes de Barcelona, Zaragoza nunca deixou de lado as artes plásticas e se dedicou à produção artística até o fim da sua vida, tendo feito mais de 200 exposições que circularam o mundo e lhe garantiram reconhecimento internacional.

Casado com Monique Zaragoza, que o acompanhou por mais de cinco décadas em todos os seus projetos de vida, Zara, como era carinhosamente chamado pelos amigos, deixa os filhos Frederic, Kitu, Diego e Inés e sete netos.

Aos colaboradores da DPZ&T, clientes e amigos, deixa um legado de intenso amor às artes e à agência que ajudou a fundar e que se tornou ícone no mercado.

Seu corpo será velado amanhã (terça-feira), das 9h às 12h, no Cemitério Horto da Paz, em Itapecerica da Serra, e será cremado em cerimônia reservada à família.

Game Job, a competição que vai desafiar a sua criatividade

Quem é da área de publicidade e design sabe o quanto uma campanha requer criatividade e envolvimento. Agora imagina desenvolver um projeto usando apenas 48 horas e que só pode utilizar dos laboratórios da universidade? Irado né?!

É esse o desafio dos grupos do Game Job, criar peças publicitárias baseadas no case criado pela Agência Escola Marco Zero, utilizando apenas os laboratórios da Unigranrio e em 48 horas.

As fotos e vídeos sobre o evento serão divulgadas pelas redes sociais da MZ, Canal Unigranrio e o pessoal que estiver participando também vai compartilhar o andamento da produção usando a #GameJob.

A defesa e premiação acontecerão nos dias 23,24 e 25, na Semana de Comunicação da Unigranrio. E por falar em Semana de Comunicação, a Unigranrio separou muita coisa legal, como palestras, shows, gincanas e etc.

 

 

Tecle 180 e descubra a “Verdade Escondida” por trás desta campanha

“Verdade Escondida” é o nome da campanha criada pela agência Ogilvy Brasil para a BandNews. O filme mostra três famílias distintas onde, num primeiro momento, os depoimentos parecem não ter nada de incomum das famílias normais, mas na verdade eles escondem casos de violência doméstica.

A ação tem o intuito de estimular a denúncia por parte de quem sofre com o problema e precisa de ajuda.

 

Os vídeos foram postados exclusivamente pelo Youtube para mostrar a realidade que de fato assola as famílias retratadas. A agência usou como recurso os atalhos do teclado do próprio Youtube – quando se está assistindo um vídeo na plataforma, é possível fragmentá-lo ao digitar uma das teclas do computador, de 1 a 0. O vídeo, portanto, fica dividido em 10 partes iguais, sempre proporcionalmente ao seu tamanho.

O que a Ogilvy fez foi juntar palavras já presentes nestes depoimentos e com elas formar frases de denúncia. A partir de determinado tempo, depois que a pessoa começa a contar a sua história, aparece a seguinte mensagem escrita no vídeo: “Quer ouvir a verdade? Digite agora 180 no teclado do computador”. Ao digitar este número, o vídeo é editado juntando três palavras diferentes e formando assim uma frase de denúncia.

Cada vídeo recebe uma frase-denúncia própria. Ao digitar 180, “Ele me bate” surge no relato da mulher que fala da sua história de vida com o marido, do momento de emoção quando foi pedida em casamento, da festa que estão organizando juntos, tudo aparentemente muito feliz. “Tô presa em casa” aparece em outro depoimento de mulher – a esposa, ao lado do marido, relata que o programa preferido do casal é ficar em casa vendo TV e que ele não gosta que ela saia pela questão da violência das ruas. “Ele abusa dela”, por sua vez, completa a campanha com o depoimento de um irmão ao descrever a relação de sua irmã com o pai deles –  ele fica muito tempo com ela [ao passar o dia] estudando para o vestibular.

Em caso de necessidade e possibilidade, disque 180. É o número da Central de Atendimento à Mulher, canal criado para receber denúncias e orientar mulheres vítimas de violência.

Sky mostra que todas as mães são iguais, até as dos vilões

O dia das mãe se aproxima e, como de costume, as marcas fazem campanhas fofas e que mexem com nosso emocional.
Com a Sky, esse ano foi diferente, eles pensaram em algo bem humorado pra mostrar que mãe é tudo igual mesmo, sendo o filho boa ou má figura e aproveitaram para incluir as véias no mundo digital.
Assinada pela Ampfy, a campanha traz a mãe de Harley Quinn, do filme Esquadrão Suicida, e a mãe do Conde Drácula. Em depoimentos sobre seus filhos, elas só conseguem ver características positivas e boas ações. Os dois filmes terminam com o conceito da campanha: “Para sua mãe, você será sempre o herói”.
Confira abaixo o primeiro vídeo que foi veiculado nas redes sociais da Sky, com a hashtag #MãeSendoMãe, e estará visível no UOL, na Globo.Com, em plataformas de vídeo e de games mobile:

 

“Esta será a primeira campanha de vídeo on line da Sky com criação e produção exclusiva para este ambiente. Procuramos refletir nela uma linguagem própria do usuário digital da Sky. É a tradução do nosso DNA de entretenimento independente da plataforma”, afirma o diretor de marketing da Sky, Alex Rocco.

“Utilizamos o humor para o dia das mães, contrariando uma lógica intuitiva de criar campanhas mais emotivas. Dizem que mãe é tudo igual. As de vilões não são diferentes”, completa Fred Siqueira, CCO da Ampfy.

FICHA TÉCNICA:

CCO: Fred Siqueira
Diretor de Criação Associado: Will Ferrari Jr
Redator: Américo Vizer
Diretor de arte: Daniel Tomazini
Assistente de arte: Thiago da Costa e Milena Kotaki
CEO: Pedro Cabral
Atendimento: Marcel Buainain e Felipe Pagliari
Social Media: Bruno Érnica, Paulo Bellé e Conrado Rodrigues
COO: Douglas Bocalão
Projetos: Rodrigo Ribeiro e Katerine Dimas
Produção: Vicky Salles, Adriana Souza e Francine Tieko
CSO: Gabriel Borges
Planejamento: Carol Santos e Tiago Tateyama
Mídia: Carol Gattás e Nath Linari
Cliente: Alex Rocco, Alex Greif, Adriana Orlandelli, Thelu Leal.
Produção de Filmes: Zeppelin Filmes
Direção: Luiza de Andrade
Assistente de Direção: Priscila Moreira
Atendimento Zeppelin: Pedro Cerqueira
Diretora de arte: Thabata Picasso
Diretor de Fotografia: Felipe Hermini
Produtor Executivo: Ricardo Baptista
Diretor de Produção: Severo Lira
Montagem: Alexandre Jardim
Finalização: Clandestino
Produtora de Som: Audioman

Fazer campanha sem mostrar o produto ou serviço? O Pornhub faz.

Imagina uma campanha em que não pode mostrar o produto em nenhum meio. Complicado né? Não para o Pornhub. É dessa forma que as agências de comunicação e departamentos de marketing trabalham para o site adulto. E o motivo é obvio: é proibido veicular campanhas sexualmente explícitas nos principais meios. Dessa necessidade surgiu a ideia de inovar nas criações da marca nos últimos anos. O mais legal, eles aproveitaram a visualização para abordar temas delicados e de utilidade pública.

Confira cinco campanhas da Pornhub que souberam dar o recado de forma criativa.

 

Outro modo de comemorar o Natal

À primeira vista pode parecer improvável que uma marca do gênero crie filmes sentimentais. A produção abaixo tem potencial para divertir e emocionar ao contar a história de uma pequena cidade onde seus habitantes têm que passar o Natal sozinhos. A criação é da agência Officer & Gentleman de Madrid:

 

Tobogã gigante

Para anunciar o lançamento de uma linha de lubrificantes nos Estados Unidos, o site de conteúdo adulto montou um tobogã gigante em um lugar ermo da Califórnia e juntou estrelas da indústria pornô para escorrer utilizando o produto em seus corpos.

 

Para salvar pandas

É bizarro, mas gerou muita mídia espontânea. Quase todo mundo sabe algo sobre as dificuldades que os pandas têm em se reproduzir. O Pornhub resolveu ajudar da seguinte maneira: a cada vídeo recebido com pessoas transando vestidas de panda, 100 dólares eram doados para uma ONG que trabalha com a causa.

 

Campanha de prevenção

Em parceria com a McCann Lima, o site adulto lançou a campanha “Watch porn, save your life”. O objetivo foi alertar o público sobre a importância do autoexame para identificar um possível câncer testicular o mais rápido possível. Um filme feito por uma famosa atriz pornô foi postado no site com o sugestivo título: “Charlotte Stokely te ensina a durar mais”. O nome incorpora a ideia central: uma atriz pornô que ensina os homens a durarem mais… Na vida.

 

Ajudando o planeta

O Pornhub desenvolveu uma pulseira que prometia ajudar o planeta obtendo energia através de uma atividade bem comum aos visitantes do portal: a masturbação. O “gadget” obtém energia quando é movimentado para cima e para baixo. Quando o nível de carga está alto, ela pode ser acoplada a diferentes dispositivos e carregá-los via USB. Segundo o vídeo de lançamento, o produto permite ao usuário amar o planeta “amando a si mesmo”.