Itaú acerta em cheio com Pabllo Vittar no RiR

O Itaú, que é uma das maiores marcas do Brasil acertou em cheio nesse Rock in Rio, isso porque após estudos profundos sobre os gostos do público do festival eles chegaram à conclusão que levar a drag queen Pabllo Vittar para um pocket show em seu espaço causaria o maior alvoroço e acertaram.

Obviamente que o banco não faria feio, mas o que aconteceu no primeiro dia do festival foi realmente incrível. O stand do Itaú ficou lotado e a galera foi à loucura.

Mas por que a escolha pela drag? A cantora Lady Gaga era, digamos, a atração principal do dia, logo um público que queria ouvir muito pop, pois falar em pop, o primeiro nome que nos vem à cabeça é a própria Pabllo, a drag que vem roubando a cena nos últimos meses após lançar sucessos e parcerias que ficaram na boca do povo.

Era certo que o público ia gostar, mas no fim das contas, um dia antes da apresentação, Lady Gaga cancelou o show por problemas de saúde, e a produção do RiR substituiu colocando (mais uma vez) Marron 5. O público, não aprovou a decisão.

O festival disse que devolveria o dinheiro do ingresso, mas muita gente veio de longe e esperou muito por esse momento que pegar o dinheiro de volta não compensaria tanto, com isso a atração do banco chamaria muito mais a atenção, e o Itaú, tinha uma carta na manga.

 

Fonte:https://geekpublicitario.com.br/22541/itau-pabllo-vittar-rock-in-rio/

Anúncios

Google revela algoritmo que remove totalmente marcas d’água de imagens

Sabe quando você está criando aquela peça dahora e precisa de uma imagem específica, as vezes até encontra mas vê que tem aquela marca d’água que joga tudo literalmente por água a baixo? Seus problemas acabaram!

A Google revelou em junho que existe um algoritmo capaz de remover a marca d’água aplicada a qualquer fotografia, o que foi um grande susto aos grandes bancos de imagem que veem o fim próximo.

Hoje em dia até dá pra tirar a marca d’água de algumas imagens com edição no Photoshop, mas é uma tarefa bastante difícil e que requer tempo. A ferramenta promete dar fim ao mercado de compra e venda de fotos e otimizar o tempo dos designers. O programa do Google identificou qual é o pixel dessas marcas, para conseguir remover quase que cirurgicamente.

Até agora a Google só usou a ferramenta para fins investigativos, mas já tem uma pulga atrás da orelha das grandes empresas de imagens.

Amazon faz ação com carne moída para divulgar nova aquisição

Há poucos dias a Amazon comprou a rede de supermercados americana Whole Foods, e já iniciou sua campanha para divulgação da nova aquisição. Uma ação muito louca foi criada dentro do estabelecimento.

Quem visitou o supermercado viu uma escultura de carne moída na forma da logo do serviço “Prime” da companhia. Confira:

Mas porque usar a carne moída?

Pra quem não sabe, essa aquisição da Amazon já estava prevista há um tempo e eles estavam preparados para quando essa hora chegasse. Além dessa ação inusitada, a marca abaixou consideravelmente os preços dos alimentos que são fornecidos lá, e Jeff Bezos, CEO da companhoa garantiu que os preços vão continuar mais baixos que sua maior concorrente, Walmart.

A grande fama da Amazon é vender seus produtos com preços mais baixos que seus concorrentes de mercado, e parece que nada vai mudar em relação a isso. E todos saem ganhando.

 

Fonte: https://geekpublicitario.com.br/22326/amazon-carne-moida/

Ki-Suco está de volta com paródia e vídeo no Youtube com Whindersson Nunes

Lembra do Ki-Suco, aquele pacotinho de suco em pó que fez o maior sucesso nos anos 80 e 90 por ser bem barato e que rendia muuuito? Ele voltou!

Sim, é verdade, a Kraft Heinz anunciou que está relançando o produto com nova fórmula no Brasil, inicialmente, a produção do suco ficará por conta de terceiros, mas que a ideia é produzi-lo nas fábricas próprias em pouco tempo.

O retorno do suco que a criançada amava é resultado de um projeto de expansão da Kraft Heinz pelo país. Eles anunciaram a nova fábrica no Brasil, que será em Goiás, com investimentos estimados em quase R$400 milhões.

 

 

Para divulgação do retorno, a campanha é composta por comercial para TV e Internet, com as frutas em uma paródia divertida da música “Brincadeira de Criança”, do grupo Molejo.

No vídeo, frutas animadas como limão, maracujá, laranja e entre outras que representam os sabores do refresco, cantam frases como “Bom é se refrescar com Ki-Sucão”. Assista:

 

 

Se nos anos 80 e 90 o Ki-Suco era reconhecido pelo preço baixo e a capacidade de rendimento, agora a empresa precisa lidar com um público mais preocupado com a saúde, porém ainda desejando pagar pouco.

Além do comercial, a campanha conta com um empurrãozinho de um dos youtubers mais famosos do Brasil, o Whindersson Nunes. No vídeo ele faz uma comparação das crianças de antigamente e as de hoje além de relembrar o sucesso que o Ki-Suco fez no passado e conta a novidade. Veja:

 

Fonte: https://geekpublicitario.com.br/20546/ki-suco-de-volta/

Motorola convida os consumidores a conhecerem melhor sua cidade através da música, arte e cultura

A empresa Motorola, que pertence ao grupo chinês Lenovo tem trabalhado bastante, após o resgate do mote “Hello Moto”, no final de 2016 e uma série de lançamentos em 2017.

A novidade é a plataforma de cultura urbana, a Hello cidades, em parceria com a F.biz. Com parceiros como Google, Editora Abril e Spotify, a marca organizará seus conteúdos a serem oferecidos sobre cinco cidades, São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Belo Horizonte e Porto Alegre. Em cada uma das plataformas, a Motorola oferecerá, por exemplo, listas e dicas de artistas e eventos em casa praça.

“Fizemos uma mudança muito grande no ano passado em termos de posicionamento e portfólio, foi um momento de transição. Utilizamos durante muito tempo a marca Hello Moto, e por isso voltamos a trabalhar o ícone no Hello Cidades, pois é um fator que acarreta em memória afetiva e era um vínculo emocional que sentíamos falta”, afirma Bruno Couto, head de marketing da Motorola.  O executivo conta que a marca respeitará os contextos de cada cidade, apostando em pesquisa e curadoria de conteúdo relevante para cada uma das praças.

A campanha “Cidade Vazia” vai convidar o público a conhecer melhor sua cidade através da música, arte e cultura. O conceito do projeto visa promover uma interação e equilíbrio entre a tecnologia e “a vida lá fora”.

“Hello Cidades lança um novo jeito de falar sobre a relação das pessoas com a tecnologia. É um conceito que muda o foco da abordagem, passando do aparelho para o ambiente que cerca a maioria das pessoas hoje: as cidades”, acrescenta Fabio Astolpho, diretor executivo de criação da F.biz.

A princípio no Brasil, Hello Cidades tem o propósito de se expandir para outros mercados da América Latina e aperfeiçoar a estratégia de produtos da marca. Por exemplo, só no início de 2017, a Motorola lançou oito modelos novos de celular. Será lançada ainda uma campanha para os novos produtos da linha Moto G, realizada pela Ogilvy, e gravada em um rooftop no centro de São Paulo.

Bruno afirma que, entre janeiro e junho, a marca cresceu três vezes mais em relação ao mesmo período do ano passado. “Queremos manter esse resultado e focar na marca Motorola, consolidando o que temos feito para entregar para os segmentos de entrada de smartphones até o superpremium. Pensamos em estar presentes em toda a jornada do consumidor para que ele evolua dentro das categorias do portfólio. Nossa posição já subiu muito no segmento premium desde o lançamento do Moto Z (em 2016). Temos conquistado um posicionamento de marca que trouxe inovação e números para o nosso negócio”, diz.

Hello Cidades conta com inserções no metrô, out of home e um calendário de ativações em eventos como o Meca, patrocínio de eventos regionais, como a expo dos Beatles em Recife, entre outros.

Veja a campanha de lançamento da plataforma Hello Cidades:

Fonte: http://www.meioemensagem.com.br/home/marketing/2017/08/24/motorola-investe-em-plataforma-de-cultura-urbana.html

Apelo para ajudar as pessoas em zonas de guerra no Facebook

As causas urgentes precisam de mais atenção, para isso cria-se as mensagens de apelo e com imagens e relatos fortes. As campanhas da ONU são exemplos, de como chamar essa atenção. No final da semana passada, mais precisamente no Dia Mundial da Humanidade (18), a organização deu início ao trabalho de comunicação #Notatarget, criado pela VML Nova York em parceria com o Facebook.

Com o objetivo de engajar pessoas na luta pelos direitos civis e pressionar políticos a desenvolver iniciativas que possam proteger civis que moram em zonas de guerra, agência e rede social criaram um filtro exclusivo que permite que os usuários da plataforma gravem e compartilhem histórias e depoimentos ao vivo de quem esteve envolvido nos conflitos. Ele transforma o smartphone em um teleprompter interativo e pode ser acessado pelo link: http://bit.ly/WHDNotATarget.

A campanha também inclui filme de TV, OOH, print e uma campanha de mídia social que será lançada junto com vários parceiros da ONU como os Médicos Sem Fronteiras, a Cruz Vermelha, entre outros. Todas as peças vão direcionar as pessoas para o site worldhumanitarianday.org, onde elas podem assinar a petição, exigindo de líderes políticos que tomem as decisões necessárias para proteger milhões de civis em regiões de conflito.

Três brasileiros estão entre os profissionais que assinam a campanha global que marcará o início de um novo posicionamento da ONU junto aos líderes globais: Silmo Bonomi, diretor de criação do grupo ONU na VML NY, Gabriel Jardim e Guto Monteiro, diretores de criação associados. Para desenvolver a plataforma de comunicação, a VML também contou com produtoras e parceiros como Facebook, Lightfarm, Jam3, Frame Store, One Thousand Birds, Clear Channel, MediaCom e Cohn&Wolfe.

 

Fonte: http://adnews.com.br/publicidade/filtro-do-facebook-faz-apelo-poderoso-para-ajudar-pessoas-em-zona-de-guerra.html

CONAR avalia denúncia do …. Próprio CONAR

As campanhas e comerciais têm se tornado assuntos cada vez mais falados, e com a internet, ficou ainda mais fácil o acesso e opiniões de diferentes públicos. Com esse movimento, o CONAR (Conselho Nacional de Autorregulamentação) tem recebido muitas denúncias, e por incrível que pareça, uma dessas é sobre sua própria campanha “Opções” assinada pela AlmapBBDO.

O trabalho conta com dois filmes, ambos dividem a tela em duas partes, mostrando elementos visualmente opostos, enquanto a narração diz: “já pensou se todo comercial tivesse que ter opções para agradar a todo mundo? Por isso que existe o Conar. Para separar o que é gosto pessoal do que é ofensivo e ilegal”.

Um dos vídeos mostra duas famílias no café da manhã. Na mesma mesa e ambiente, os movimentos são parecidos, mas tem diferenças fundamentais. Um lado da tela mostra um casal heterossexual, um filho acima do peso comendo chocolate e uma filha acariciando um gatinho. O outro exibe um casal homoafetivo de mulheres, com um filho mais magro e uma filha que faz carinho em um lagarto.

De acordo com as críticas do público em geral e a opinião de alguns profissionais do mercado, tratar como “gosto pessoal” movimentos de comunicação que podem ser encarados como preconceito e discriminação é um retrocesso com relação aos debates relativos a diversidade e representatividade que o mercado tem tentado enriquecer.

O Conar está avaliando ainda a possibilidade de abrir processo para julgar o viés de sua própria campanha publicitária.

 

 

Fonte: http://exame.abril.com.br/marketing/conar-podera-julgar-campanha-do-proprio-conar/