Leader lança seu comercial de Natal, e é oficial: o fim de ano chegou!

A gente já sabe que o ano está acabando quando começam as musiquinhas de Natal nos comerciais. Mas essa em especial, alcançou o Trending Topics do Twitter Brasil e Mundial e chegou a 147 mil tweets.

A campanha trouxe Ivete Sangalo, mas antes eles fizeram um mistério nas redes sociais para o público adivinhar quem seria a estrela do comercial. Feita pela Artplan, foi ao ar nesta quinta-feira (26).

No filme de 60”, a música envolve os sentimentos mais comuns dessa época do ano: a crianças no final do ano escolar, pessoas arrumando a árvore de natal, famílias se reunindo para as festas, enquanto outras se preparam para a grande viagem de férias. Isso tudo ao mesmo tempo num prédio. Confira o filme produzido pela Trator:

 

“A Leader já tem essa coisa bacana de ser a marca que inaugura oficialmente o Natal. A campanha mostra, de maneira leve e divertida, todos os momentos legais que passamos em família quando vai chegando o fim de ano. O jingle da Leader tem essa força: é ouvir a música e já querer ficar junto de quem a gente gosta”, afirma Gustavo Tirre, diretor de criação da Artplan no Rio de Janeiro.

Este ano, a campanha conta com a participação de uma modelo deficiente auditiva, que usa a linguagem de Libras para interpretar o jingle Já é Natal na Leader.

Ficha Técnica

Produtora de video Trator
Diretor Will Mozzola
Diretor de fotografia João Batista fröhlich
Produtor executivo Gabriela Lemos e Armando Ruivo
Atendimento produtora Mary Lacoleta / Bruna Chamlian
Montagem Matheus Akkari
Estúdio de áudio Nova Onda
Direção musical Passarinho
Criação musical Chico Adnet
Fotógrafo Rafa Mattei
Mídia Daniela Ferro / Poliana Tonelli / Thiago Valente / Thiago Bravo / Jeizabel Machado / Rejane Maia
Rtvc Ana Ourique / Felipe Cunha
Criação Gustavo Tirre / Marina Rodrigues / Leo João
Dir. de criação Ricardinho / Gustavo Tirre / Alessandra Sadock
Atendimento Ana Paula Sanchez/ Cristiana Miranda/Priscila Correa/ Daniela Prates/Vivian Tostes
Bi Carol Althaller, Laura Dias, Nicolai Castro, Iracema Sydronio e Jessica Castro
Conteúdo e engajamento Luiz Telles, Tatiana Michelan, Felipe Rivello, Roberta Balbino, Bernardo Costa e Vinícius Azerêdo

Anúncios

Personal Vip Black é criticado nas redes por usar conceito de militância para lançar papel higiênico preto

Parece loucura, mas há algumas décadas atrás existia a segregação racial nos Estados Unidos, onde negros não podiam ir à mesma escola que brancos, sentar-se no banco ao lado ou até mesmo usar o transporte público por que era considerado crime somente por serem negros. Nessa época nasceu a luta pelos direitos e respeito, alguns americanos criaram o conceito “Black is Beautiful” que pregava a militância e fazia as pessoas se orgulharem de suas características.

Agora, a Personal Vip, que parece que nunca ouviu falar da expressão, lançou um novo produto. O Peronal Vip Black, um papel higiênico preto usando o mesmo conceito que foi utilizado para reivindicar a beleza negra.

A campanha, que traz a atriz Marina Ruy Barbosa como protagonista enrolada no papel, foi criada pela Neogama fazendo alusão ao pretinho básico, com intenção de agregar irreverência ao produto. Veja alguns cliques:

 

Em poucos minutos, a internet percebeu a analogia intencional ou não e criou uma polêmica daquelas. Isso porque em alguns lugares, a marca usou a hashtag #BlackIsBeautiful, que inicialmente era para gerar efeito para a campanha, mas acabou se tornando um ônus para a marca. Nas redes, usuários escreveram textos contrários à estratégia e a pequena fanpage da Família Personal foi alvo de rações negativas. Além de repudiarem a atitude de se apropriar de um símbolo de movimento de resistência para promover um papel higiênico preto.

 

Fonte: http://adnews.com.br/social-media/campanha-com-lema-social-para-papel-higienico-preto-recebe-criticas.html

https://geekpublicitario.com.br/23188/personal-vip-black-is-beautiful/

Parece irônico, mas comercial com sangue vermelho é revolucionário

Trouxemos uma revelação bombástica par vocês: mulheres não menstruam azul!! Isso mesmo, ao contrário do que a publicidade sempre mostrou, é sangue e é vermelho. A Bodyform, marca de cuidados femininos, cansou de ver essas mulheres felizes e sorridentes nos jardins como se estar menstruada fosse um mar de rosas, e pior, aqueles líquidos coloridos sendo derramados em almofadinhas. A marca foi às ruas inglesas para saber se o público estava satisfeito como a mulher era retratada.

Mais de 10 mil pessoas foram entrevistadas e os números mostraram que 74% do público queria uma representação mais real do período menstrual. Para acabar com o tabu do sangue e inseri-lo nas conversas, a AMVBBDO usou cenas com close nas coxas que escorrem no banho para mostrar que sangrar é normal. Confira:

Não foi a primeira vez que a marca ousou nas campanhas, ano passado ela criou uma peça que não poderia ter outro nome a não ser “Blood”. Reveja o forte anúncio produzido pela Stink São Paulo:

Fonte: http://adnews.com.br/publicidade/marca-de-absorventes-mostra-fluido-cor-de-sangue-e-isso-e-revolucionario.html

39ª edição do Profissionais do Ano premia Ogilvy, Almap e Talent

Nessa última quarta-feira, a Rede Globo realizou o evento de premiação da 39ª edição Profissionais do Ano. Foram revelados os vencedores das três categorias Nacionais e os das cinco regionais (Norte-Nordeste, Leste-Oeste, Sul, Sudeste Interior e Sudeste Capitais) que foram divulgados em agosto.

Na categoria Mercado, dos melhores comerciais veiculados nacionalmente na Rede Globo, o premiado foi o “Pé na Porta”, da AlmapBBDO para a Volkswagen e produção da Paranoid e Cabaret.

A Almap não parou por aí, nos outros cinco concorrentes a agência também estava representando: “Biro Biro”, para Alpargatas; “Cabo” para C&A; “Dicas” e “Teatrinho” para O Boticário; e “Doutor” para Volkswagen. A Africa deixou sua marca com Itaú em “Carta para o neto” e “Eu sou o tempo”.

Em Campanha Nacional, a Talent Marcel ganhou para a Ipiranga com o famoso “Pergunta lá”, com produção da O2 Filmes e A9 Audio. As outras duas finalistas eram da F/Nazca S&S com a “Âncora/Antenas/Manequins” para Ambev, Guaraná Antactica, e para a Skol com “Redondo é sair do seu quadrado”.

Em Institucional a Ogilvy levou para a Abinee com “Celular pirata não”, com produção da Hungry Man e Jamute. As duas concorrentes eram “Difícil colocar em palavras. Melhor ver”, da Fundação Bienal com CP+B; e “Teste de imagem”, da Master para Governo do Paraná.

As três categorias nacionais estavam 280 comerciais, integrantes de 209 inscrições, veiculados na Rede Globo no período de abril de 2016 até março deste ano. Em Campanha e Mercado, 30 agências concorreram, 55 produtoras e 32 produtoras de som. Em Institucional, 50 agências, 73 produtoras e 48 produtoras de som.

Na categoria Campanha Integrada, não houve finalistas por decisão do júri porque só contou com cinco inscrições.

A grande festa foi realizada pela primeira vez no Citibank Hall em São Paulo, e o DJ da noite foi o Alok. Contou também presença de vários apresentadores e celebridades da Globo, como Pedro Bial, Bruna Marquezine, Bruno Gagliasso, Marcos Veras, Monica Iozzi, Glenda Kozlowski, Ian Moré, Mari Palma, Cauê Fabiano, Paulo Vilhena, entre outros.

Veja, a seguir, todos os vencedores nacionais e regionais da 39ª edição do prêmio Profissionais do Ano:

Mercado Nacional: “Pé na porta”, da AlmapBBDO para Volkswagen, com produção da Paranoid e Cabaret

Campanha Nacional: “Pergunta lá”, da Talent Marcel para Ipiranga, com produção da O2 Filmes e A9 Audio

 

Institucional: “Celular pirata não”, da Ogilvy para Abinee, com produção da Hungry Man e Jamute

 

Campanha Sudeste Capitais: “Tô com obra”, integrada pelos comerciais “Amante”, “Acidente” e “Tatuador”, da Talent Marcel para Tigre, com produção da Pródigo e Comando S

 

Mercado Sudeste Capitais: “Brasileiragem”, da W+K para Nike, com produção da Iconoclast e Loud

 

Campanha Sul: “A carne que o mundo prefere”, da OpusMúltipla (Curitiba/PR) para Frimesa (Medianeira/PR), com produção da Fantástica e Jamute (Curitiba/PR)

 

Mercado Sul: “Ranzinza”, da Propague (Florianópolis/SC) para Beto Carrero World (Penha/SC), com produção da Studio 20 Films (Blumenau/SC) e Tumdum & Harmonia (Florianópolis/SC)

 

Campanha Sudeste Interior: “A internet que aproxima as pessoas”, da Blues Idea (Campinas/SP) para Elsys Equipamentos Eletrônicos (Valinhos/SP), com produção da Asha Telecom (Rio de Janeiro)

 

Mercado Sudeste Interior: “Pra toda vida”, da M51 (Campinas/SP) para Unimed Campinas, com produção da Studio Eletrônico e Dimas Estudio (Campinas/SP)

 

Campanha Norte-Nordeste: “Master Matrículas”, da Delantero (Fortaleza/CE) para Colégio Master (Fortaleza/CE), com produção da Miligrama (Fortaleza/CE)

 

Mercado Norte-Nordeste: “Dengue”, da Gente Propaganda (Vitória da Conquista/BA) para Fainor (Várzea Nova/BA), com produção da Virou Midia (Vitória da Conquista/BA) e Play One (Resende/RJ)

 

Campanha Leste-Oeste: “Mês da água”, da AMP (Aparecida de Goiânia/GO) para Unimed Goiânia, com produção da A Firma Filmes (Goiânia/GO) e SaxSoFunny (São Paulo/SP)

 

Mercado Leste-Oeste: “Outubro rosa”, da Genius (Cuiabá/MT) para Biglar (Cuiabá/MT), com produção da At Work (Cuiabá/MT)

 

Fonte: http://www.meioemensagem.com.br/home/comunicacao/2017/10/18/profissionais-do-ano-premia-almap-talent-e-ogilvy.html

Dove retira anúncio do ar e se desculpa após acusação de racismo

A Dove que é conhecida por seus discursos de empoderamento feminino, campanhas de aceitação de todos os tipos de corpos e belezas e uma das maiores marcas de cuidados pessoais do mundo mandou mal no último anúncio. Um gif publicado no Facebook aparecia uma mulher negra tirando uma camiseta marrom e por baixo, a mesma “se transformava” em uma mulher branca com uma camiseta mais clara. A marca que pertence ao grupo Unilever se desculpou dizendo que a real intenção era mostrar que o sabonete é ideal para todos os tipos de pele e publicaram o seguinte no Twitter:

“Lamentamos profundamente a ofensa que o anúncio causou”.

A publicação recebeu 1,3 milhão de comentários e mais de 3.700 reações. Alguns usuários ficaram indignados com o fato de, ao colocar a mulher negra primeiro, parece representar que o “sujo” fica “limpo” depois do uso do sabonete.

Em contrapartida, algumas pessoas que não viram racismo no anúncio comentaram: “Não há nada de errado no anúncio. Tudo parece ser racista hoje em dia. Não analisemos as coisas mais do necessário”, foi a resposta de uma das usuárias. “Estamos comprometidos a representar a beleza de todas as idades, etnias, formas e tamanhos”, insistiu Dove em sua resposta através da rede social

O pior de tudo é que não é a primeira vez que a marca é acusada de racismo em suas campanhas. Em 2011 uma campanha que mostrava três mulheres de diferentes etnias causou polêmica, isso porque na peça publicitária, a mulher negra ficava do lado a pele seca e áspera, enquanto a mulher branca ficava na parte da imagem da pele sedosa supostamente após usar produtos da marca.

DOVE 3 Dove faz campanha racista e se desculpa após reação do público

Em 2015, um bronzeador vinha descrito na embalagem que podia ser usado em pessoas com “peles normais e negras” como se somente a pele branca fosse normal.

DOVE 2 Dove faz campanha racista e se desculpa após reação do público

 

A modelo Lola Ogunyemi declarou que se soubesse que seria representada como inferior, não aceitaria o trabalho: “Se eu tivesse a mínima noção de que eu seria retratada como inferior, ou como o ‘antes’ de uma edição com antes e depois, eu teria sido a primeira a dizer um enfático ‘não'”, escreveu no jornal Lola Ogunyemi, que é de origem nigeriana. “Isso vai contra tudo o que eu acredito”, acrescentou.

Lola disse que estava muito feliz em participar de um comercial para promover a força e beleza da mulher negra, por isso ficou chateada ao saber do que a propaganda gerou na internet.

Fonte: https://brasil.elpais.com/brasil/2017/10/09/internacional/1507534363_972211.html

http://entretenimento.r7.com/blogs/blog-da-db/dove-faz-campanha-racista-e-se-desculpa-apos-reacao-do-publico-20171009/

https://g1.globo.com/economia/midia-e-marketing/noticia/se-eu-soubesse-teria-negado-diz-modelo-que-apareceu-em-anuncio-da-dove-criticado-por-racismo.ghtml

Sagatiba lança web série com conteúdo sobre música, gastronomia, arte e claro, cachaça

Sagatiba, uma das cachaças brasileiras mais conhecidas criou a web série, “O Diário da Saga: a eterna reinvenção do Brasil”, que contarão sobre arte, música, gastronomia e cachaça. A série será transmitida no canal do YouTube da marca e tem parceria com a agência digital Purple Cow. O primeiro episódio foi ao ar no dia 12 desse mês, em comemoração ao mês da cachaça, contaram como a bebida mais brasileira saiu do campo para tomar as cartas de drinks dos melhores estabelecimentos do Brasil.

No dia 13, apresentaram a família Pereira, que são produtores de cachaça da Fazenda Monte Verde em Minas Gerais, e Rafael Welbert, que é bartender do bar Esquina Mocotó, localizado na Zona Norte de São Paulo.

A campanha é continuação do reposicionamento da marca iniciado em 2016, na época foram lançados novos nomes e embalagens.

Para a imprensa, Marina Santos, diretora de marketing do Gruppo Campari, dono da marca Sagatiba disse: “esses quatro episódios nos ajudam a traduzir os valores e a essência da marca em um formato leve, atraente e criativo, contando histórias de pessoas que, assim como Sagatiba, dedicam-se a reinventar uma parte da cultura e das tradições brasileiras, dando uma nova relevância a ela no nosso cotidiano. ”

 

Fonte: http://www.meioemensagem.com.br/home/ultimas-noticias/2017/09/25/sagatiba-lanca-web-serie.html

Itaú acerta em cheio com Pabllo Vittar no RiR

O Itaú, que é uma das maiores marcas do Brasil acertou em cheio nesse Rock in Rio, isso porque após estudos profundos sobre os gostos do público do festival eles chegaram à conclusão que levar a drag queen Pabllo Vittar para um pocket show em seu espaço causaria o maior alvoroço e acertaram.

Obviamente que o banco não faria feio, mas o que aconteceu no primeiro dia do festival foi realmente incrível. O stand do Itaú ficou lotado e a galera foi à loucura.

Mas por que a escolha pela drag? A cantora Lady Gaga era, digamos, a atração principal do dia, logo um público que queria ouvir muito pop, pois falar em pop, o primeiro nome que nos vem à cabeça é a própria Pabllo, a drag que vem roubando a cena nos últimos meses após lançar sucessos e parcerias que ficaram na boca do povo.

Era certo que o público ia gostar, mas no fim das contas, um dia antes da apresentação, Lady Gaga cancelou o show por problemas de saúde, e a produção do RiR substituiu colocando (mais uma vez) Marron 5. O público, não aprovou a decisão.

O festival disse que devolveria o dinheiro do ingresso, mas muita gente veio de longe e esperou muito por esse momento que pegar o dinheiro de volta não compensaria tanto, com isso a atração do banco chamaria muito mais a atenção, e o Itaú, tinha uma carta na manga.

 

Fonte:https://geekpublicitario.com.br/22541/itau-pabllo-vittar-rock-in-rio/