Designers brasileiros criam mobília em parceria com comunidades amazonenses

em

Designers brasileiros criaram uma série de artigos para o lar e móveis, em parceria com comunidades amazonenses, que usam práticas mais sustentáveis de coleta de madeira. As peças fizeram sucesso no São Paulo Design Week.

Entre os objetos estão tigelas de madeira, cadeiras e mesas, que são resultado do projeto Design & Maneira Sustentável do Instituto BV Rio, que tem como objetivo incentivar o comercio de mais designs sustentáveis e ecológico no Brasil.

O BV Rio entrou em parceria com a Coomflona, uma cooperativa que consiste em 23 comunidades indígenas que se comprometem a não usa suas terras para agricultura ou outras práticas de curto prazo, mas para empresas mais duradouras.

Então, um time selecionado de designers foi ao Pará, no coração da floresta amazônica, para conduzir um workshop de design nas comunidades locais.

“Cada designer foi ao local já com um design pronto para ensinar aos marceneiros como fazer a peça. ” Comentou Cristina Tavares de Bastos, gerente de comunicação da BV Rio.

Ela acrescenta: “Durante os workshops, os marceneiros ensinaram espontaneamente aos designers os diferentes tipos de maneira e conhecimentos de construção locais. É realmente uma troca de conhecimentos. ”

Todos os itens foram feitos de madeira certificada pela FSC (Conselho de Manejo Florestal), que marca toda madeira extraída de forma sustentável.

“O objetivo do Design & Madeira Sustentável é promover o uso e o consumo de madeira nativa certificada pelo FSC, gerenciada de forma sustentável e com respeito aos direitos humanos. ” Afirma a BV Rio.

“Enquanto os designers podem conhecer a cooperativa pessoalmente e aprender mais sobre o manuseio responsável da floresta e as numerosas espécies de madeira da região, a participação dos membros da cooperativa nos workshops levou os designers a melhorarem suas técnicas no desenvolvimento de objetos de decoração e mobília. ”

Alessandra Delgado, uma das designers do projeto, comenta:

“A técnica para a produção da peça foi criada em conjunto com os marceneiros, nós escolhemos a madeira e fizemos tudo juntos, essa foi a melhor parte da experiência. ” Alessandra comentou. “Eles ficaram muito orgulhosos no final, ao ver que foram capazes de trabalhar como designers, criar e pensar, não apenas para trabalhar manualmente. ”

Confira as peças e seus autores:

Pai e filho, Carlos e Diego Motta, fizeram uma série de tigelas usando madeira de muiracatiara extraída da floresta amazônica.
A Poltrona Tapajós, por Alessandra Delgado, possui três tipos diferentes de madeira: muiracatiara, angelim e ipê.
Claudia Moreira Salles usou madeira de ipê para a confecção da peça Lacuna.
A peça Flow consiste em um conjunto de duas cadeiras e mesa combinando, com bordas curvadas, feita utilizando madeira de muiracatiara. Por Roberta Rampazzo.

 

A BV Rio exibiu os trabalhos na MADE Latina 2019, que ocorreu de 22 a 25 de agosto de 2019, como parte da São Paulo Design Week.

Fonte¹

Fonte²

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s