Aula sobre a comunicação atual com “Envolvimento” de Mc Loma

Todo ano no Brasil é a mesma coisa, em época de verão tem carnaval e no carnaval sempre surge novos hits. E também sempre tem a galera do contra que fala mal da música, mas na primeira oportunidade tá descendo até o chão. Aconteceu com várias, é só buscar na memória. Esse ano não poderia ser diferente, “Envolvimento” foi sucesso e até quem não gostou não pode dizer que não.

A música já está nas plataformas de streaming e o clipe já tem mais de 11 milhões de views no YouTube, por onde olhar (ou ouvir) vai estar tocando Mc Loma e as Gêmeas da Lacração (Paloma, Mirella e Mariely).

Parte dos comentários, como sempre, não são dos melhores: “É o fim do mundo”, “Não posso acreditar que moro num país onde um lixo como esse faz sucesso”, “Do jeito que o Brasil gosta. Quanto mais idiota e vazio melhor?”. Mas outra grande parte, até maioria, apoiou e curtiu bastante a novidade, exemplo são os cantores Wesley Safadão, Solange Almeida e Anitta.

Críticas à parte, essa viralização nos ensina muito sobre comunicação, seja nas mídias sociais ou até mesmo na indústria musical, é um verdadeiro tapa sem mão.

Tanto música quanto clipe foram de improviso e sem pretensão de sucesso. A letra foi composta em dois dias, e o clipe gravado em seguida. Tudo no famoso jeitinho brasileiro, sem nivelação de áudio, com intro baixa, edição rápida demais, parede mal rebocada, uma tinta neon na cara e bora gravar.

Bum! Viralizou. Todo o conjunto agradou a maioria e isso mesmo sem a menor intenção, se tornou uma aula de marketing incrível.

A empatia e identificação impulsionou e aproximou o hit do povo. Para uma geração que faz vídeos no Musical.ly, que faz Stories e curte algo momentâneo como o carnaval é perfeito. A galera hoje curte muita coisa ao mesmo tempo, o que torna tais coisas quase que descartáveis (e isso não é ruim), os bordões que vieram juntos então, casou completamente com o momento.

Fora a crítica social que está claramente ali, sem nem precisar falar diretamente.

A menina negra da periferia que com 15 anos nunca foi ao McDonald’s, a parede de reboco, a falta de grana pra pegar o Uber, o Brasil do jeitinho, do improviso. Tudo ali, indiretamente, mas ali.

Há uma semana, Loma e as gêmeas assinaram contrato com uma gravadora de São Paulo, a KondZilla, e lançaram uma nova versão de “Envolvimento”, filmada para o YouTube. Ficou coisa de bacana.

Mas como tudo tem seus prós e contras, lá vai.

A parte boa é que as meninas vão poder ter seu momento de fama e colher os frutos, já que a música está até no Spotify. A parte ruim é que a versão original do clipe foi gravada no Bairro dos Prazeres (um bairro de Jaboatão dos Guararapes, Pernambuco) e a versão produzida no Guarujá.

Veja a diferença e comente:

 

 

fonte: http://adnews.com.br/adinsights/leonardo-araujo/o-que-o-hit-envolvimento-ensina-para-os-criativos-sobre-comunicacao-de-hoje.html

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s