“Elas”, criado para auxiliar mulheres em situação de risco

Pensado pela prefeitura de João Pessoa, Paraíba, através da Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres de João Pessoa (SEPPM), o aplicativo “Elas” foi criado para auxiliar as mulheres que se encontram em situações de risco. Disponível, no início, apenas para Android, ele é gratuito e depois de instalado, não necessita de acesso à internet. Isso porque o sistema tem um botão que envia SMS aos números registrados pela usuária, caso esteja em situação perigosa. Os números cadastrados recebem uma mensagem de texto informando a localização de quem enviou. Podem ser salvos até 5 números.

Conforme o prefeito Luciano Cartaxo ponderou: ”Combater a violência contra as mulheres é muito importante. Criamos um mecanismo simples e de fácil acesso e estamos ofertamos às mulheres a condição de terem um instrumento para fazer um alerta de qualquer problema que coloque em risco suas vidas. E o que é mais importante, ele está aberto nacionalmente, ou seja, qualquer mulher de qualquer parte do País que queira, poderá utilizá-lo. Ele é um instrumento muito importante para que as mulheres saiam desta situação de vítimas de violência, que criem coragem para denunciar e contar com o apoio das pessoas de sua confiança para isso”.

“É uma forma de mulheres que estejam em risco pedirem ajuda a parentes e amigos. O mais importante é que as pessoas que ela cadastrar na ferramenta sejam de confiança e tenham conhecimento da situação pela qual ela passa. Assim fica mais rápido prestar socorro e evitar que o pior ocorra”, afirma Adriana Urquiza, secretária de políticas públicas para mulheres da capital paraibana.

Como usar o aplicativo

No primeiro acesso ao aplicativo, as usuárias encontram uma tela de cadastro onde é necessário digitar seu nome, data de nascimento, informar o sexo e aceitar os termos de uso.

Em seguida, o sistema pede para que sejam cadastrados até três nomes e telefones de amigos de confiança, para quem as mensagens serão enviadas, mas com o cadastro de pelo menos uma pessoa, já é possível utilizar o botão de envio de pedido de ajuda no sistema.

Em um menu ao lado direito da tela, o aplicativo também contém um item que mostra os contatos do Centro de Referência da Mulher Ednalva Bezerra, serviço que disponibiliza atendimento especializado às mulheres em situação de violência doméstica e familiar. No item, é possível telefonar gratuitamente para o centro ou enviar um email.

Outra opção disponível no menu lateral do aplicativo é a lista de telefones úteis, como o da SEPPM, do Centro de Referência, do Instituto Cândida Vargas, do Centro de Cidadania LGBT e de números de urgência das polícias Militar e Civil, além de outros números. Também é possível telefonar para cada um destes locais apenas tocando no ícone de telefone ao lado de cada número.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s